sábado, 14 de março de 2009

Paraná Alfabetizado

PARANÁ ALFABETIZADO 2009.



O Paraná Alfabetizado é um projeto de extensão do Brasil Alfabetizado do Governo Federal. As pessoas que nunca tiveram a oportunidade de estudar podem participar do projeto, aprendendo desta forma a ler e a escrever. O curso é oferecido em um período de oito meses, podendo ser prorrogado por mais oito caso o educador perceba que o aluno ainda não foi completamente alfabetizado.
Muitas pessoas ainda temem a voltar seus estudos, alegando não ter mais idade para isto, outros, já escondem sua escolaridade por vergonha.
Em Sarandi a situação não é diferente: são muitos os que precisam serem alfabetizados mas poucos os que procuram uma escola para fazer sua inscrição, ou, se algum alfabetizador aparece para inscrevê-lo logo de cara ele descarta a possibilidade, alegando já ser alfabetizado.
Essa situação precisa ser revertida o mais rápido possível, precisamos atingir o quanto antes um número maior de inscritos no programa, que, já beneficiou muita gente.
A grande maioria dos educandos que começam no projeto Paraná Alfabetizado, desistem na metade do curso. O que ocorre é que muitos trabalham durante o dia e também têm grande responsabilidade com suas famílias o que dificulta o ingresso às aulas.
O Paraná Alfabetizado é um incentivo muito bom que o governo vem oferecendo as pessoas que não tiveram a oportunidade de estudar quando mais novas, seja qual motivo for. O que precisa ser mais reformulado em questão de estrutura e que deixa um pouco a desejar é a falta de salas de aula e material de apoio.
As escolas de ensino regular já estão super lotadas como é caso do Colégio Panorama, onde procuramos este ano uma sala para a alfabetização no período noturno e não conseguimos. Nossas aulas estão acontecendo no Centro Catequético da Paróquia Santa Terezinha.
Os interessados podem me procurar nos dias de aula mesmo, às segundas, terças e quartas feiras às 19:30.
Sílvia Letycia Fernandes, é professora alfabetizadora do Programa Paraná Alfabetizado, formada pela Universidade Estadual de Maringá em Letras Português Francês.

Um comentário:

  1. Porque tanto descasso com os educadores do programa Parana alfabetizado? Como tipo assim: Nao tem problema trabalharem de graça, sem apoio didatico e ainda serem muito cobrados.

    ResponderExcluir